Como ser um ilustrador freelancer – 10 dicas

Segue uma lista com dicas que considero importantes na introdução a carreira de um ilustrador freelancer. Funcionou para mim, acredito que possa ajudar a quem está perdido. As vezes não se trata de ter somente um bom portfólio, o importante é saber como mostrar esse portfólio e conseguir clientes.

10 dicas para se tornar um ilustrador freelancer

 Bom a pergunta: Como ser um ilustrador freelancer ? Vamos as 10 dicas:

 1- Acreditar em si

Antes do portfólio, antes do site ou qualquer outra coisa o ilustrador freelancer precisa confiar em si próprio. Acreditar que é sim possível viver de ilustração, como qualquer outra área é um longo caminho, os resultados não vem do dia para noite. Quem está começando vai errar e muito, isso faz parte do aprendizado.

Cada um tem seu tempo, alguns vão conseguir mais rápido outros vão levar mais tempo. Vão surgir momentos em que o ilustrador será tentando a desistir, a frustração de não obter o sucesso no tempo esperado é algo muito desgastante. Existe a pressão própria, da família, dos amigos, fique tranquilo que o resultado uma hora irá aparecer. Trabalhe todo dia, se não for possível reserve duas horas ou mais do seu tempo para se dedicar no seu sonho de ser um ilustrador freelancer.

Um dos fatores de sucesso é ter o apoio da família, com apoio você fica mais motivado e se sente seguro. É claro que nem sempre isso é possível, procure mostrar para pessoas a sua volta que você está se dedicando, eles vão ver seu empenho e passar a dar o apoio que você precisa.

Encare esse sonho de se tornar um ilustrador freelancer um projeto de um a três anos, você só irá conseguir se tentar, se arriscar, lembre que os momentos difíceis virão e que serão importantes para sua formação profissional.

Acredite em si, toda pessoa é única e pode se tornar um ilustrador único.

2-Montar o portfólio com foco

A carreira de um ilustrador freelancer é baseada em projetos diferenciados, capas de livros, infográficos, personagens ou seja nunca da para prever qual será o tema do próximo trabalho.

Com isso em mente é importante montar um portfólio com trabalhos diferenciados, um de cada tema está bom, o ideal seria dois modelos sobre cada tema. O cliente na maioria das vezes ao procurar um ilustrador freelancer procura no portfólio do ilustrador um trabalho que tenha algo próximo ao que ele precisa no momento.

Por exemplo o cliente precisa de uma ilustração foto realista de frutas, se você ilustrador freelancer tiver algo parecido em seu portfólio terá grandes chances de ser contatado pelo cliente e pegar o trabalho.

Abaixo segue uma lista do tipo de ilustração que recomendo o ilustrador freelancer ter em seu portfólio inicial:

Capa de livro (Recomendo ilustrar livros conhecidos)

Mapa

Infográfico

Personagens (Mascote)

Ilustração foto realista (Qualquer tema)

Ilustração de uma embalagem (Suco, leite, chocolate)

Storyboard

Logotipo

3- Um bom nome, uma boa url

Ter um nome criativo já o torna diferente na multidão de ilustradores que tem por ai, um bom nome tem que ser pequeno e fácil de lembrar, simples assim.

Recomendo pesquisar muito na hora de escolher o nome do seu domínio, se seu nome for Carlos por exemplo possivelmente já existe uma url www.carlosilustrador.com.br ou algo parecido.

Como aqui estamos falando de “ilustrador” e “freelancer” incluir uma dessas palavras chave no seu domínio pode trazer algum resultado na hora das buscas.

4- Ter um logotipo

Um logotipo é sua imagem, pense naquela marca que você tem carinho, é mesma coisa com um ilustrador freelancer. Se você prestou um ótimo trabalho o cliente irá lembrar de você. Neste caso será o logotipo que irá fortalecer sua imagem para com o cliente. Use ele em notas, no contrato, no rodapé do site.

Seu portfólio pode não ser o melhor mas sua imagem é. Um logotipo pode fazer a diferença, esse detalhe já mostra seu profissionalismo e o separa dos demais.

5- Um site feito sob medida para você

Uma das ferramentas mais importantes são os mecanismos de procura, é ali que aparecem os clientes. Muitos ilustradores freelancers em início de carreia optam por ferramentas gratuitas de hospedagem como o blogger, wordpress e o tumblr por exemplo.

O que eu posso dizer é que essas ferramentas tem um prazo de validade, para um ilustrador freelancer que está começando é ótimo, é de graça ! Porém o seu site um dia terá que crescer, não da para ficar com o mesmo layout básico por anos. Por que já não começar com algo feito só para você ?

Um detalhe ! Essas ferramentas são limitadas na sua forma gratuita, não é possível customizar as urls que são uma das fontes na hora da pesquisa. Por exemplo uma url www.ilustradorfreelancer.com.br tem muito mais chance de aparecer nas primeiras colocações na hora da busca do que por exemplo ilustradorfreelancer.blogspot.com.br.

Reflita, um site feito para você agrega mais valor ao seu portfólio, você deixa de ser mais um ilustrador freelancer com um tema básico do blogger e passar ser um ilustrador com um site exclusivo.

Fazer um site do zero para alguém que só ilustra pode ser algo assustador, porém fique tranquilo que um site simples eu digo simples você não precisará aprender programação. Se você realmente não tiver tempo para fazer seu site recomendo contratar um profissional especializado, lembre que o site é a porta de entrada para seu trabalho, veja como um investimento a longo prazo.

6-Invista em SEO

Sugiro pesquisar e estudar sobre SEO (search engine optimization), um site bem otimizado aparece nas primeiras posições, deve se ter em mente que o SEO leva algum tempo para aparecer resultado porém vale a pena o tempo investido ! Mais visitas no seu site = mais oportunidades de trabalho.

Abaixo segue os links com cursos e artigos, é um material gratuito e muito informativo:

Curso Open Seo Exemplo abaixo:

Seo Master – Curso de SEO, bem informativo.

Agência Mestre – Ótimos artigos, do básico ao avançado.

7- Trabalhe com um contrato

Foto contrato, ilustrador freelancer

Exemplo de um contrato

Ter um contrato é mostrar para o cliente que você é um ilustrador freelancer profissional. Não precisa ser um contrato super detalhado e com inúmeras cláusulas. Defina claramente suas condições, forma de pagamento, data de entrega e direitos autorais. Não trabalhar com um contrato é trabalhar as cegas, você tem muito a perder.

8-Ilustrador freelancer ! Participe da comunidade !

Existem vários grupos de ilustradores, seja no facebook, yahoo grupos ou em blogs. O importante é participar pela comunidade, escreva artigos, poste passo a passo de seus trabalhos compartilhe. Participando de uma comunidade você acaba divulgando seu nome. Seu estilo pode ser conhecido você pode fazer parcerias, ou seja você só tem a crescer.

9-Ter disciplina

Estamos falando de um ilustrador freelancer, ou seja aquele que trabalha em um home office. Quem trabalha em casa sabe como é difícil manter o foco, são muitas coisas para tirar a atenção. Família, TV, redes sociais e videogame. Quando se vê se passou horas e o ilustrador sequer começou o trabalho, isso é ruim pois geralmente os trabalhos possuem prazos, se atrasar é o nome do ilustrador que esta em jogo.

Ter disciplina é essencial, fuja das distrações você não precisa ter um horário fixo, o importante é entregar o trabalho no prazo. Calcule quantas horas você pode levar para concluir um trabalho e se dedique a ele.

10- Uma boa relação com o cliente

Tratar bem um cliente é ser profissional

Parece óbvio mas é fácil um ilustrador iniciante perder um pouco a cabeça com um cliente mais complicado. O ilustradores como artistas são mais sensíveis a críticas ao seu trabalho. O que posso dizer é para não levar para o lado pessoal, um trabalho é apenas um trabalho só isso. Se o cliente não aprovou procure ver o lado dele, o que ele precisa.

Por isso é importante um bom briefing, sabendo o que o cliente precisa dificilmente terá problemas durante a criação da ilustração.

É claro que casos especias irão acontecer, você ilustrador freelancer deve entender que existem pessoas difíceis de lidar, trate com educação não importa o que o cliente faça. Ser profissional é ser frio em alguns momentos e deixar de lado o conflito de egos. Lembre se que qualquer problema é o seu nome que está em jogo ! Então sempre que estiver nos momentos difíceis com um cliente nunca perca a cabeça, pare e respire fundo pois sempre existe uma solução.

Bom chegamos ao fim, talvez a mais valiosa dica que posso dar para quem deseja se tornar um ilustrador freelancer é não ter medo, arrisque, tente, os erros estão ai para nós fazer evoluir.  Se tiver dúvida entre em contato, participe da comunidade, a grande maioria dos ilustradores são pessoas abertas e estão ai para ajudar os iniciantes.

Posted in Ilustrador freelancer | Tagged , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 52 Comments

Briefing para uma ilustração – Um modelo objetivo

Briefing para uma ilustração

Depois de algum estudo cheguei a um briefing que pode ser adaptado para quase todo tipo de projeto na área de ilustração. Poderia ter mais questões ? Sim !

O problema é que se o briefing for muito longo o cliente pode até desistir de lhe contratar. Isso acontece por que algumas pessoas não tem paciência para responder, o cliente em muitos casos prefere deixar que você decida o que é melhor para a ilustração. Então me foquei apenas nas questões essenciais, não é perfeito mas acredito que sirva muito bem para quem está começando, ou de ideias para alguém que não sabe o que colocar no briefing.

Abaixo segue o e-mail padrão do briefing (em vermelho) para envio para o cliente, fique livre para alterar e opinar.

Olá ! Bom dia ou Boa tarde.

Por que bons modos nunca é demais !

Agradeço pelo contato e o interesse no meu trabalho.

É importante mostrar para o cliente o seu interesse.

Para um orçamento completo preciso que responda algumas questões. Os itens abaixo são importantes para eu passar um orçamento de acordo com o trabalho a ser desenvolvido.

Um orçamento completo só pode ser feito conhecendo muito bem o projeto, é normal o cliente mais inexperiente perguntar quanto custa sem ao menos informar detalhes fundamentais como as quatro questões abaixo.

Se o ilustrador simplesmente der um valor arbitrário vai correr o risco de pegar um trabalho gigantesco e não tem coisa menos profissional do que mudar o orçamento no meio do projeto isso por que o ilustrador não soube dar um orçamento condizente com o trabalho a ser feito.

As informações que você me passar são confidenciais, e utilizadas apenas para realizar o orçamento.

Esse detalhe é muito importante ! As vezes o cliente não responde um briefing por medo de ter seu projeto exposto (isso já aconteceu comigo). Isso acontece muitas vezes com autores em início de carreia que guardam seu livro a sete chaves. É importante informar para o cliente que tudo que ele passar para você será e deve ser mantido em sigilo.

1-Quantidade exata de ilustrações:

Aqui é o básico, saber quantas ilustrações o cliente precisa. Essa informação é fundamental para você ilustrador saber quanto tempo irá levar para terminar todas as ilustrações e poder dar seu prazo de entrega.

2-Descrição da(s) ilustração(s):

Aqui você precisa saber o conteúdo da ilustração, o cliente na maioria das vezes informa poucos detalhes, é trabalho do ilustrador imaginar todo resto.

Cabe ao ilustrador ver até que nível de detalhes ele quer ir, aqui existem dois caminhos, a ilustração realista e o cartoon. Um detalhe é que na ilustração cartoon o ilustrador pode escolher inserir poucos ou muitos detalhes.

Por exemplo, a ilustração de uma fazenda pode ser simples com detalhes superficiais ou bem complexa com detalhes na grama e nos animais. Então para passar o orçamento leve em conta a quantidade de detalhes que a ilustração exige.

3-Em qual mídia (livros, revistas, jornais, embalagem, materiais promocionais ou internet) será utilizado as ilustrações:

Você ilustrador precisa ter conhecimento de todos os locais que o cliente pretende utilizar sua ilustração. As vezes o cliente pode falar que vai usar apenas para a capa do livro, porém algum tempo depois você fica sabendo que sua ilustra está em materiais promocionais e entre outros. O orçamento está diretamente ligado a exposição da obra, então leve em conta todas as mídias que o cliente vai utilizar.

4-Você possui algum prazo limite para a entrega do trabalho ?

Se o cliente tem um prazo específico você deve levar isso em conta para dar seu orçamento, um prazo urgente significa trabalhar de noite e madrugada. A urgência sempre irá gerar um orçamento maior. O que neste caso é justo, já que o ilustrador irá fazer hora extra para conseguir entregar a ilustração dentro do prazo.

Agora em alguns casos o cliente não possui um prazo, e com isso o ilustrador pode trabalhar sem tanta pressão e entregar uma ilustra com maior qualidade. Neste caso veja seu tempo, apenas não demore muito tempo para entregar, já que a agilidade pode ser o fator que irá fazer o cliente voltar a trabalhar com você.

Qualquer dúvida é só entrar em contato.

Grato.

Bom como você pode ver são apenas quatro questões. Vão existir casos por exemplo como a criação de um mascote, o que implica perguntar para o cliente se pretende utilizar algum cor em especial (geralmente são as cores do logotipo, mas existem casos em que o cliente não gosta de um cor por causa de um motivo banal como um time de futebol, é um caso em especial que infelizmente existe).

Bom deixei para o final algumas questões que poderiam estar no briefing, veja com atenção se existe a necessidade de incluir las no briefing. Caso você tenha uma questão que acha importante é só escrever nos comentários abaixo.

Vamos as questões:

A ilustração será colorida ou em preto e branco ?

As cores sempre vão desempenhar um papel na divulgação de uma ilustração, o público comum quase sempre vai preferir uma ilustração colorida a uma em preto e branco. Os clientes também pensam assim, uma ilustração em preto e branco vai ser solicitada em casos bem especias.

Considero muito mais raro pegar um trabalho que exija uma ilustração em preto e branco do que uma colorida. Neste caso não vejo por que colocar no briefing esta questão. Pois se a ilustra for em preto e branco o cliente irá informar na descrição da ilustração, simples assim.

Fica a critério do ilustrador cobrar menos por uma ilustração em preto e branco. Nem sempre o preto e branco é mais fácil ser feito, as vezes o planejamento de uma ilustra em preto e branco pode consumir o mesmo tempo que um trabalho colorido. É só ver como a técnica do nanquim e bico de pena é uma arte a parte e exige muito do ilustrador.

Quantidade de impressões da obra que a ilustração estará veiculada:

Esta questão serve para você ilustrador ter dimensões da exposição que sua ilustração vai ter. Por exemplo uma impressão de dez mil exemplares de um livro revela um projeto de grande alcance, sua ilustração terá maior visibilidade. Basicamente esse detalhe serve para você definir o projeito como pequeno, médio ou grande. Um pequeno projeto de por exemplo 500 cópias possui um orçamento bem limitado então o seu orçamento para a ilustração deve estar de acordo com o tamanho do projeto.

Eu preferi tirar esta questão da lista simplesmente por que alguns autores não sabem a quantidade de impressões da sua obra, isso por que alguns nem editora tem e no momento e estão formatando o livro.

É uma questão que pode ajudar a definir um orçamento, só leve em conta que muitas pessoas podem não saber a quantidade de impressões ou também alguns preferem manter essa informação em sigilo, talvez por concorrência ou por estarem solicitando orçamento para vários ilustradores.

A obra será limitada a uma região específica, ou terá alcance nacional ?

Aqui se trata de alcance, um projeto que só será veiculado em um bairro por exemplo é bem menor do que um projeto que atinge todo Brasil.

A maioria dos livros e de campanhas publicitárias tem como alvo todo território nacional, esse é o padrão. Esta questão tem o mesmo problema da quantidade de impressões, alguns autores não tem editora e ainda não sabem a extensão que sua obra irá ter.

É claro que conhecer a região ajuda a saber as dimensões da publicação da obra e com isso dar um orçamento de acordo com o projeto. Bom recomendo conhecer seu cliente, se for um autor novato recomendo deixar essa questão de lado. Agora se for uma agência é válido sim, a maioria da agências tem seus projetos detalhados e com isso podem passar para você detalhes como a região de publicação.

Posted in Briefing | Tagged , , , , , , , , , , , | 2 Comments

Vencendo o bloqueio criativo – Exemplos práticos

Bloqueio criativo - Situações reais

Vamos a situações reais de como superar o bloqueio criativo

O foco final desta série de artigos sobre bloqueio criativo é em exemplos de situações reais em que um ilustrador pode ter que enfrentar. Bom vamos as possíveis situações em que o bloqueio criativo pode aparecer:

Um ilustrador experiente é contratado para fazer uma ilustração editorial ou publicitária porém esta absolutamente sem ideias, o prazo de entrega da ilustração é curto, o que fazer para sair deste bloqueio criativo ?

Observação: Quando me refiro a um ilustrador experiente estou me referindo a um profissional que atua a um bom tempo no mercado. Um ilustrador inexperiente pode dizer que está sem ideias quando na verdade ainda não tem conhecimento suficiente para realizar determinado trabalho. A única solução neste caso é estudar mais, só o tempo e prática transformam um ilustrador inexperiente em um profissional. Bom vamos ao caso:

Em primeiro lugar o artista deve se fazer a seguinte pergunta:

O que já foi feito de semelhante comparado ilustração que de devo produzir ?

A resposta aqui é a busca por referências, porém deve se deixar bem claro que em nenhum momento o ilustrador deve copiar outros trabalhos. O objetivo aqui é encontrar elementos em comum nas ilustrações de outros artistas.

As referências vão ajudar o ilustrador a mostrar até onde ele pode ir com sua ilustração. Se o trabalho for produzir uma ilustração infantil procure ilustrações infantis, simples assim !

As referências vão abrir sua mente e ajudar a se livrar do bloqueio criativo, muito das suas boas ideias podem vir de observações de outros artistas. Outra vantagem em estudar referências é notar elementos em comum em ilustrações com o mesmo tema. Um artista que conhece o mercado que atua produz um material que fala diretamente com o público-alvo da ilustração.

Feito a análise de referências procure ser objetivo ! Na maioria dos casos a solução mais simples é o melhor para a ilustração. Produza uma série de rascunhos simples, não seja seletivo nas ideias ! Desenhe o que vier a mente, o principal é apenas começar, faça intervalos se achar necessário, com isso o bloqueio criativo vai embora bem rápido.

Os rascunhos por mais simples que sejam vão ajudar a visualizar a ilustração como um todo. Escolha o melhor rascunho e trabalhe nele, refinando cada detalhe você terá uma ilustração competente. Um detalhe ! Nem sempre todo trabalho precisa ser uma obra prima, você precisa apenas agradar o cliente.

Por último existe uma última tática um pouco polêmica que é deixar o trabalho para última hora !

Sim isso mesmo deixar para última hora ! O que acontece aqui é que você será obrigado a ter ideias, sejam elas boas ou ruins, essa pressão em muitos casos pode ser benéfica para alguém que esta com um forte bloqueio criativo. Afinal se não entregar o trabalho não recebe, se não recebe não paga as contas ! Quer motivação maior que essa ?

A principio só recomendo esta prática em casos extremos, deixar para última hora limita muito as opções e qualidade do material. Afinal você pode produzir muito mais em trés dias do que na correria de um único dia.

Um ilustrador consegue um serviço com um cliente bem grande, este cliente pode ser um diretor de arte exigente, uma empresa de nível nacional ou internacional. Feito o contrato o ilustrador se encontra preso na página em branco, o que fazer para sair desta estagnação ?

Aqui não se trata de bloqueio criativo ou falta de ideias, o grande problema é o medo ! Sim o medo de não corresponder as expectativas do cliente ou da ilustração não ser genial o suficiente.

A única solução para este problema é o ilustrador em primeiro lugar focar se na quantidade de ideias (rascunhos), não importando se com a qualidade. A princípio pode parecer um erro pois para um trabalho de alto nível é preciso uma ideia acima de média. Porém quanto mais ideias o ilustrador tiver mais material para comparação e criação ele terá, simples assim.

Na prática o ilustrador que esta com medo deve traçar uma meta, por exemplo dez rascunhos ou mais para a proposta solicitada pelo cliente. Cada rascunho tem um potencial criativo que pode ser lapidado até chegar em uma proposta inteligente, original e feita sob medida para o que o cliente precisa.

A produção de várias ideias ou seja rascunhos pode parecer dispendiosa, porém todo ilustrador deve levar em conta que quanto menos opções forem criadas mais limitada será sua ilustração final. As pessoas costumam ver apenas o resultado final, esquecendo-se que o ilustrador para chegar naquele resultado gastou horas, dias e muitas páginas.

Como forma de incentivo o ilustrador deve ver o cliente grande como uma oportunidade de crescimento, de produzir algo acima do que esta acostumado. O resultado de todo esse empenho será uma evolução do artista e de seu portfólio, já o reconhecimento virá com novos trabalhos.

Considerações…

Bom essa série foi longa ! Se você ainda estiver com dúvidas poste aqui sem medo que farei o possível para ajuda lo. Além do que a reposta para sua dúvida pode ajudar outros artistas/ilustradores com problemas de bloqueio criativo.

Por fim a recomendação que faço é de produzir bastante sem se preocupar com o resultado, isso pode parecer um obstáculo para alguém que esta com bloqueio criativo porém somente com muito trabalho que as boas ideias aparecem. Fique tranquilo e produza, você vai ver que no final terá várias ideias boas.

Bom trabalho e boas ideias !

Posted in Bloqueio criativo | Tagged , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a comment

Vencendo o bloqueio criativo – Exercícios

Abaixo segue uma lista de exercícios simples para vencer o bloqueio criativo, sei que o texto é longo mas se você dedicar um pouco de tempo para ler até o fim verá que é possível sim vencer o bloqueio criativo.

Prancheta - Bloqueio criativo

Está com bloqueio criativo ? Vamos aos exercícios

1- Apenas produza, não importa a qualidade dos resultados.

O primeiro passo para vencer o bloqueio criativo é o mais simples e ao mesmo tempo o mais difícil que é simplesmente começar.

“Dar o primeiro passo” pode parecer algo banal, mas é começando que os resultados aparecem. A questão aqui é o artista em primeiro lugar começar a produzir, isso já é grande coisa para alguém que estava com a folha em branco na frente por horas ou até mesmo dias.

Um fator importante para esse início dar certo é em nenhum momento se preocupar com a qualidade do material que será criado se focando apenas nos rascunhos. Quando você se concentrar em produzir em grande quantidade verá que as boas ideias vão surgindo aos poucos.

Muitos dizem que quantidade não é qualidade o que é certo, porém aqui quantidade significa muitas ideias com ótimo potencial de execução.

2-Cada rascunho no seu lugar.

Faça cada rascunho em uma página separada, isso facilita na organização e também evita de você comparar dois rascunhos na mesma página. Ficar comparando pode levá-lo a analisar possíveis erros o que não é nada bom, pois você será tentando a corrigir o erro ao invés de produzir uma nova ideia. Deixe para comparar apenas no final quando tiver vários trabalhos para análise.

3-Não use a borracha !

Errou ? Faça um novo rascunho e ai sim procure fazer da maneira certa, corrigir um erro com a borracha pode se tornar um vício, sendo que no final você será tentado em melhorar cada vez mais o rascunho ao invés de produzir novas soluções para o tema proposto.

4-Explore seus erros.

Nessa produção em série você precisa explorar, sinta se livre para fazer o que quiser, um possível erro pode se tornar em uma ótima solução de design de um personagem na ilustração. Essa liberdade do erro o tornará um ilustrador sem medo e muito mais criativo.

Resumindo o que você precisa é apenas sentar e desenhar sem preocupação alguma. Seguindo a risca este método você verá que o processo criativo é uma sucessão de muitas ideias ruins, algumas médias e poucas realmente boas.

Certo quero começar ! Mas o que fazer ?

5-Escolha de um tema.

Para este início dar certo, você precisa de um tema e simplicidade, escolha um tema simples. Exemplo, floresta ? Complicado e desmotivador, que tal desenhar apenas uma árvore variando as formas ? A árvore ainda é complexa ? Então foque se nos detalhes, as folhas possuem formas variadas, você pode explorar de inúmeras maneiras.

Se ainda estiver em dúvidas quanto a escolha de um tema existe uma alternativa mais objetiva que ainda o fará aprender ! Vamos a ela !

6-Estude trabalhos que admire !

O objetivo aqui é propor uma cópia ou releitura de uma obra que admire. Você precisa apenas copiar, nada mais. O estudo através da cópia trás uma nova visão sobre um determinado tema. Este estudo de cópia é produtivo em vários aspectos, primeiro você aprende com as soluções que o artista encontrou para produzir aquela obra, afinal você estará estudando o traço do artista, sua composição e aplicação de cores e etc.

Com este estudo feito você pode tentar dar sua versão da obra, neste caso seria uma releitura. Tente novas cores, etilos e formas e lembre se que este é apenas um estudo, você não será avaliado por um cliente ou por alguém na internet.

No final você só sai ganhando ! Aprendeu com o trabalho de um grande mestre e ainda adquiriu ideias e técnicas para seus trabalhos.

7-Referências, seu aliado na criação.

Colete o maior número de referências possíveis, não se foque apenas em objetos construídos pelo homem, a natureza é um grande exemplo. Várias formas interessantes estão presentes em simples insetos ou em animais de grande porte.

Por exemplo não deixe de observar um elemento arquitetônico só por que você não gosta de arquitetura, qualquer forma pode ser fonte de inspiração futura. Um ilustrador de mente aberta é um ilustrador que conhece melhor seu mundo e o molda a seu favor.

Veja documentários, filmes, leia livros de qualquer estilo, o principal é manter se aberto a novas visões de mundo. Com bagagem cultural você dificilmente terá algum tipo de bloqueio criativo.

8-Ambiente criativo, ilustrador criativo !

Um ilustrador que está cercado por outros artistas talentosos, está sempre criativo ! Essa premissa revela um detalhe importante, estar em um ambiente com pessoas talentosas é um fator que contribui e muito nas ideias e capacidade criativa de um ilustrador.

Esse ambiente pode ser um estúdio de ilustração, agência de publicidade ou uma escola de artes. É claro que a grande maioria dos ilustradores trabalham por conta, o que de uma forma torna o ilustrador em uma pessoa solitária. Essa solidão pode gerar medo e insegurança em muitos profissionais da área, afinal trabalhar sozinho pode se tornar em uma atividade cansativa e pouco inspiradora.

Cabe o ilustrador criar seu ambiente criativo, se não for possível contato pessoal com outros ilustradores, a solução está nos fóruns de artes e redes sociais. A maioria dos fóruns possui artistas de alto nível que estão ali para compartilhar, trocar ideias e trabalhos.

Não tenha medo de mostrar seu trabalho, a maioria das pessoas estão disponíveis para ajudar, participando de um fórum o ilustrador só tem a ganhar, participe e faça parte da comunidade que você não estará só.

Um detalhe interessante sobre o ambiente criativo é seu próprio “estúdio” ! Pode ser seu quarto ou até um escritório, não importa ! Apenas decore seu ambiente com temas da sua área, livros de artes, quadrinhos, action figures, monte um quadro com referências de imagens ou de artistas que lhe inspiram. Cercado de todo este material você terá mais animo e inspiração para trabalhar a cada dia.

Bom o texto foi longo, mas se você chegou até aqui é por que tem vontade de mudar, o bloqueio criativo pode aparecer em vários momentos de sua vida, é algo normal que qualquer artista profissional ou não tem que enfrentar. Lembre se em ter calma, não seja tão exigente com você, as ideias realmente boas demoram para vir. O importante é ter foco, saber o que você quer dizer com um trabalho e o principal produza não se importando com os resultados, no final verá que as ideias ruins foram essenciais para a o surgimento de uma ideia boa.

Posted in Bloqueio criativo | Tagged , , , , , , , , , , , , | 2 Comments

Vencendo o bloqueio criativo – Causas

O foco desta série de artigos sobre o bloqueio criativo é no profissional ilustrador, porém acredito que as técnicas aqui abordadas sirvam para qualquer profissional criativo, bom vamos a primeira parte do artigo…

Ilustração - Bloqueio criativo

A mente de quem está com um bloqueio criativo, o vazio impera, não existe vida, as ideias se dispersam facilmente, a dúvida é a única certeza.

Não tenho ideias.
Não sei bem o que fazer.
Não estou inspirado.

Essas perguntas vem a mente de qualquer artista em um certo momento de sua vida, um grande bloqueio criativo que limita e muito a capacidade de criar algo novo. Estas dúvidas atrapalham muito a vida de alguém que possui prazos e precisa ter uma regularidade de trabalhos. Afinal com tantas dúvidas e incertezas o artista não produz nada.

O maior problema deste período de estagnação é o tempo perdido, o ilustrador fica estagnado sem realizar nenhum progresso, dias se passam e o ilustrador sequer tocou no papel.

O que é bloqueio criativo ?

O bloqueio criativo é um estado em que o ilustrador se encontra preso sem ideias e principalmente sem iniciativa. Esta falta de iniciativa é a grande barreira que impede o ilustrador de produzir um novo trabalho.

Falta de ideias ou de inspiração é na verdade é falta de foco, o ilustrador se encontra perdido sem direção.

Eu não sei o que fazer ?

Antes disso o ilustrador deve fazer a primordial pergunta:

O que eu quero dizer com meu trabalho ?

Bom talvez você esteja com dúvidas, a questão é olhar para seu interior e definir quem  você é ! Quais são seus princípios, como você vê o mundo. Talvez estas questões pareçam banais e vindas de um livro de autoajuda, mas lembre se que o artista que conhece a si próprio saberá o que dizer em seus trabalhos.

Mas eu não quero dizer algo ! Quero simplesmente uma ilustração bonita e pronto !

Um grande engano ! Toda arte diz algo, seja na composição de cores e nas formas e ações das figuras representadas. Não se trata do ilustrador realizar um grande estudo de simbologia para cada trabalho, apenas uma palavra pode ajudar a definir a intenção de uma ilustração.

Tenha foco, pense o que você quer transmitir com sua ilustração ? Alegria ? Ingenuidade ? Medo ? Simples questões que podem auxiliar a tomar a iniciativa para iniciar um trabalho e afastar o bloqueio criativo.

Agora existe um elemento desconhecido que pode estar causando o bloqueio criativo, este elemento se chama medo !

O medo de errar, de não ficar bom o suficiente e principalmente o medo de ser avaliado, comparado e julgado. Todo artista sonha em produzir grandes trabalhos, ser reconhecido e valorizado. O problema aqui é que muitos ilustradores se sentem pressionados.

É fácil entrar na internet e ver trabalhos maravilhosos, a frustração vem quando o ilustrador não consegue atingir o mesmo nível. Ai o medo o consome impossibilitando de iniciar um novo trabalho.

A grande questão é que cada um tem seu tempo, alguns levam um menor tempo para atingir um alto nível artístico, enquanto outros levam mais tempo. Então não compare seu trabalho com outros artistas, isso é um grande erro !

Não tenha vergonha de mostrar seu trabalho, entenda as críticas como uma forma positiva de melhorar sua técnica. Ninguém irá comparar seu trabalho com o de outra pessoa, a não ser que seu estilo seja muito semelhante a de um artista já consagrado.

Então foque se na originalidade, se você tem pontos fracos como perspectiva ou anatomia, trabalhe neles ! Apenas a constante prática irá fazer você atingir o nível artístico que deseja.

Bom agora vamos a parte prática ! No próximo post desenvolvi uma série de exercícios para livrar o artista do medo, falta de confiança e criatividade

Posted in Bloqueio criativo | Tagged , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a comment